O modelo do turista “típico” tem vindo ao longo dos tempos a mudar as suas preferências. Quer seja no motivo que o leva a fazer a viagem, no poder de compra que tem ou no tipo de roteiro de viagem que prefere, é possível observar características que podem ser potencializadas. O empreendedor do setor agrícola deve, por isso, estar atento aos mais recentes sinais do mercado e criar estratégias com o objetivo de conquistar o turista.

Perante esta conjuntura de mudanças, existe um fator que merece especial realce: o número cada vez maior de turistas solitários. Este tipo de turismo já originou pesquisas e estudos sobre esta tendência, estudos esses que deixaram claro às PME’s do setor do turismo, as grandes oportunidades presentes nesta área específica.

A maioria dos turistas que viajam sozinhos, não são do tipo que procura apartamentos para alugar em monte gordo, mas optam sim, por pesquisar os destinos sem a ajuda de agentes de viagens. As informações divulgadas pela plataforma TripAdvisor mostram que para conseguir dicas e conselhos de outros turistas, os fóruns são um recurso muito utilizado por viajantes. A partilha de experiências nestes ambientes, dão mais “coragem” a quem vai viajar sozinho. Nestes websites, são partilhadas as principais dúvidas que podem aparecer em viagens feitas sozinho. Nesse sentido, estes locais são uma boa oportunidade para fazer prospeção e perceber quais são os angústias deste viajantes e quais são as expectativas que têm em relação aos destinos disponíveis.

Grande parte dos fóruns de discussão são divididos por regiões. Aí, os turistas colocam questões sobre os destinos, alojamento e roteiros. É possível conseguir neste tipo de ambientes, informações sobre os interesses deste público tão específico:

  • quais os destinos mais procurados
  • o melhor alojamento e os pacotes apropriados a cada tipo de pessoa.

Para saber como criar as melhores ofertas de pacotes e/ou serviços, nada como ficar a saber do próprio viajante, aquilo que ele procura.

Características do Turista que viaja sozinho:

  • Muitos viajam a negócios. Outros, efetivamente pela falta de companhia
  • 22% dos viajantes procuram ficar a conhecer a cultura local
  • 56% dos homens e 52% das mulheres acham que viajar sozinho proporciona mais liberdade
  • 11% dos homens e 19% das mulheres utilizam serviços de agências de viagens

Alojamento e serviços que atraem alguém que viaja sozinho:

  • Albergues e hostels:albergues e hostels podem ser uma oportunidade para partilhar experiências e conhecer pessoas. Para o turista que viaja sozinho, esta pode ser uma boa opção para não ter a sensação de estar sozinho.
  • Passeios e transfers:as opções de transfer e passeios em grupo devem obrigatoriamente passar a sensação de segurança. Para quem viaja sozinho, este é um requisito primordial (especialmente entre as mulheres).

De acordo com o Portal Educação, num artigo divulgado este ano, o marketing rural deve ser definido como: Todas as ações desenvolvidas com o objetivo de promover os produtos e serviços agropecuários de forma positiva, para com todas as empresas dentro do setor.

ruralmark

O desenvolvimento do agronegócio a nível mundial, tem estimulado cada vez mais as empresas a utilizarem o marketing rural. Dada a escassez de informação sobre o número de empresas que efetivamente o utilizam, aqui ficam alguns dados a reter:

Fatores que estimulam a utilização: fortalecer a marca e fazer aumentar o valor das empresas, dos seus negócios e como resultado fazer mais vendas.

Impacto no consumo: ser falado e reconhecido pelo mercado é fundamental para se distinguir de todas as empresas da concorrência; os clientes precisam de conhecer as particularidades e os benefícios do produto que a empresa oferece, o que faz aumentar a probabilidade de efetuar a venda; o preço é adaptado relativamente à competitividade do mercado, o que alicia mais consumidores e possibilita uma melhor e mais eficaz gestão financeira; a logística é adaptada e o produto poderá ser disponibilizado em lugares estratégicos; a promoção do produto é igualmente aperfeiçoada e procura atingir o público-alvo da empresa.

Benefícios para o agronegócio: permite ter uma correta avaliação de preço dos produtos e serviços; possibilita uma adaptação do produto ao mercado e ajuda na análise à concorrência; aperfeiçoa a promoção e divulgação dos produtos e serviços; identifica o posicionamento da empresa relativamente à forma de venda.

Como os consumidores vêm os produtos de origem rural: De acordo com dados de pesquisas, 81,3% da população que se encontra nos centros urbanos olha para o agronegócio como uma atividade muito relevante para o país. Para além disso, a ocupação de agricultor foi vista como uma entre as cinco profissões essenciais para a vida nos grandes centros urbanos. Alguns fatores são considerados como influências no consumo: higiene , segurança alimentar, confiabilidade e qualidade nos produtos.

O agronegócio é considerado como essencial para qualquer país, no entanto grande parte da população não conhece as suas características, o que pode ter reflexo no consumo dos produtos. O marketing rural é de facto e cada vez mais uma estratégia de alargamento de mercados.